Menu Principal

Associe-se

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

TERTÚLIA DIALÓGICA

image003 1

Caros/as sócios/as 

Dia 18 de Fevereiro realizar-se-á a III Tertúlia Dialógica com o tema "Cooperativismo e Cooperação". O ponto de partida para a partilha de ideias e discussão é o documentário "Linha Vermelha" de José Filipe Costa [80 minutos]. Esta tertúlia será moderada por Eunice Macedo(IPFP e CIIE-FPCEUP) e terá lugar na FPCEUP (sala 120). 

No final haverá lugar a uma breve apresentação do 2CN-CLab: Um laboratório criativo para promover as redes de cooperação cultural por Manuel Gama. 

A organização desta tertúlia foi desencadeada pela participação de Manuel Gama na I Tertúlia Dialógica que se realizou em Dezembro, e foi organizada pelo IPFP, CRPF, CIIE-FPCEUP e Associação ESPAÇOS. Nesta tertúlia podemos contar com o Projeto 2CN-CLab como parceiro. 

Projeto 2CN-CLab: 

Redes de Cooperação Cultural Transnacionais: Portugal europeu, lusófono e iberoamericano é um projeto de investigação de pós-doutoramento, de Manuel Gama, que está a ser desenvolvido no Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, na Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade de Santiago de Compostela e na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. 

O projeto tem como objetivo principal fomentar e qualificar as práticas de trabalho em rede dos profissionais e das organizações do setor cultural e criativo portugueses, apoiando a aquisição de aptidões, competências e conhecimentos que concorram para facilitar o acesso mais generalizado às oportunidades profissionais e para promover a cooperação cultural nacional e transnacional, e, em última instância, para reafirmar o papel central que a cultura pode ter para o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo que a Europa tanto anseia. 

Trailer do filme “Linha Vermelha”

Na expectativa que esta iniciativa desperte o vosso interesse, esperamos poder contar com a vossa participação.

Pela Direção do IPFP 

Luiza Cortesão


 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

TERTÚLIA DIALÓGICA

ii tertulia_jan2016

Caros/as sócios/as e amigos/as 

Na sequência da tertúlia realizada em dezembro sobre a obra “A importância do ato de ler" de Paulo Freire, é com muito gosto que divulgamos a continuação deste tipo de iniciativas. Lúcia de Fátima Jesus dinamizará uma segunda tertúlia dialógica que se desenvolverá a partir da leitura prévia do primeiro capítulo de “Pedagogia do Oprimido”, obra incontornável, também de Freire. O livro está disponível em (ler até pag. 32, inclusive, do link abaixo):
http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/paulofreire/paulo_freire_pedagogia_do_oprimido.pdf

Participe e tenha o prazer de, em conjunto, construir conhecimento. Contamos consigo!

Pela Direção do IPFP

Luiza Cortesão

- - - 

TERTÚLIAS DIALÓGICAS (por María José Chisvert):
“¿Qué es? 
Se trata de la construcción colectiva de significado y conocimiento en base al diálogo con todo el alumnado participante en la tertulia. El funcionamiento de las tertulias dialógicas se basa en los 7 principios del Aprendizaje Dialógico y se desarrollan en base a las mejores creaciones de la humanidad en distintos campos: desde la literatura hasta el arte o la música.
 

¿Cómo se organiza?
- En cada sesión todo el alumnado participante expone su interpretación sobre aquello en lo que se está trabajando en la tertulia dialógica (un texto literario, una obra de arte, una pieza musical, una aportación matemática, etc.).
- Através del diálogo y las aportaciones de cada estudiante se genera un intercambio enriquecedor que permite profundizar en aquello sobre lo que versa la tertulia, promoviendo a su vez la construcción de nuevos conocimientos.
- En cada sesión una de las personas participantes asume el rol de moderadora con la idea de favorecer una participación igualitaria entre todo el alumnado.”
 

As Tertúlias dialógicas inserem-se nas "ATUAÇÕES DE ÊXITO" que corporizam o trabalho das comunidades de aprendizagem, como forma de transformação social e educativa de caráter inclusivo.

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

TERTÚLIA DIALÓGICA

053e6124-6bba-42e4-a141-251e5dab01b0

Caros/as sócios/as e amigos/as 

Dando resposta ao interesse manifestado por muitos/as participantes na sessão "Las comunidades de aprendizaje en España", Maria José Chisvert-Tarazona, estará novamente connosco e dinamizará uma tertúlia dialógica, no dia 1 de dezembro, às 17 horas, na sala 120 do CIIE-FPCEUP. 

Esta tertúlia dialógica desenvolver-se-á a partir da leitura préviada obra de Freire “A importância do ato de ler: em três artigos que se completam”. O livro está disponível em: 

PDF: 

http://educacaointegral.org.br/…/2014/10/importancia_ato_le… 

Áudio:
http://www.acervo.paulofreire.org:8080/jsp…/handle/7891/3089
 

María José Chisvert explica-nos em que consistem as TERTÚLIAS DIALÓGICAS: 

“¿Qué es? 
Se trata de la construcción colectiva de significado y conocimiento en base al diálogo con todo el alumnado participante en la tertulia. El funcionamiento de las tertulias dialógicas se basa en los 7 principios del Aprendizaje Dialógico y se desarrollan en base a las mejores creaciones de la humanidad en distintos campos: desde la literatura hasta el arte o la música.
 

¿Cómo se organiza?
- En cada sesión todo el alumnado participante expone su interpretación sobre aquello en lo que se está trabajando en la tertulia dialógica (un texto literario, una obra de arte, una pieza musical, una aportación matemática, etc.).
- Através del diálogo y las aportaciones de cada estudiante se genera un intercambio enriquecedor que permite profundizar en aquello sobre lo que versa la tertulia, promoviendo a su vez la construcción de nuevos conocimientos.
- En cada sesión una de las personas participantes asume el rol de moderadora con la idea de favorecer una participación igualitaria entre todo el alumnado.”
 

As Tertúlias dialógicas inserem-se nas "ATUAÇÕES DE ÊXITO" que corporizam o trabalho das comunidades de aprendizagem, como forma de transformação social e educativa de caráter inclusivo. 

Contamos convosco!

Pela Direção do IPFP

Luiza Cortesão

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

cartaz12

 

Lançamento do livro “Mulheres, Gênero e Violência”, por Sofia Santos, com presença de algumas das autoras. Decorrerá na sala 120 da FPCEUP.
O livro, coordenado por Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo, é uma produção do Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania de Marília (São Paulo) e saiu recentemente como edição da UNESP: Oficina Universitária | Cultura Acadêmica.
Insere-se no debate académico sobre as condições sociais das mulheres e as mulheres na educação, as relações de género, a igualdade e a violência contra as mulheres.
Contando com o contributo de um conjunto amplo de autores e autoras de diversos campos científicos e contextos nacionais, é uma obra que interessa ler.
Não perca a sua apresentação, que conta com a presença de três das autoras, Custódia Rocha, María José Chisvert-Tarazona e Eunice Macedo.

Sofia Almeida Santos é doutorada e mestre em Ciências da Educação pela FPCEUP nas áreas de intervenção comunitária, género, educação sexual e juventude. Enquanto membro colaborador do CIIE desde 2006, tem participado ativamente em projetos de investigação financiados e realizado mobilidades intensivas como visiting researcher em universidades europeias (Universidade de Cambridge e de Leeds, em Inglaterra, e Mykolas Romeris, na Lituânia). Atualmente é bolseira de investigação no projeto de investigação internacional RESL.eu (“Reducing Early School Leaving in the EU”, 2013-2018), financiado pela Comissão Europeia através do 7º Programa-Quadro de I&D. Tem organizado e participado em diversos congressos nacionais e internacionais e publicado capítulos de livros e artigos científicos em revistas científicas de circulação internacional nas suas temáticas de interesse, nomeadamente nas revistas Gender & Education, Educação & Sociedade, Educação, Sociedade & Culturas. É co-autora do livro Sexualidades, Gravidez e Juventude. A par desta atividade, tem desenvolvido projetos de intervenção com a comunidade e trabalhado como voluntária em diversas ONG.

A VICE PRESIDENTE DO INSTITUTO PAULO FREIRE DE PORTUGAL

EUNICE MACEDO

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

CICLO “EDUCAÇÃO, RESISTÊNCIA E AÇÃO”

image0100


No dia 5 de novembro, pelas 17 horas, poderá participar em mais uma das conferências do ciclo “Educação, Resistência e Ação”, com a colaboração de María José Chisvert na apresentação de uma sessão que intitulou Las Comunidades de Aprendizaje en Espanã.  

María José Chisvert-Tarazona é Doutora em Pedagogia e Professora no Departamento de Didàctica i Organització Escolar da Universidade de València. É membro do grupo de investigação “Transiciones al mundo laboral en poblaciones de riesgo”, e as suas linhas de investigação giram em torno da acreditação das qualificações profissionais, da formação e orientação profissional, do emprendimento social e da inovação educativa, tendo sido recentemente investigadora principal de um projecto nesta área focado em coletivos vulneráveis e financiado pela Universidade de Valência (2013-2014). María José Chisvert-Tarazona também tem como preocupação a perspectiva de género, dimensão que inclui nos seus trabalhos.  

Dada a relevância e interesse desta temática, também no contexto português, contamos com a sua participação neste debate, que promete ser muito rico. 

Será emitido certificado de presença para as pessoas interessadas. 

 

A Vice Presidente do Instituto Paulo Freire de Portugal

Eunice Macedo 

 
«InícioAnterior123456789SeguinteFinal»

Pág. 3 de 9