Menu Principal

Associe-se

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

X TERTÚLIA DIALÓGICA

 

Caras e Caros Sócios e Amigos, 

 

A X Tertúlia Dialógica “O senhor é o que sabe. Nós, não” terá lugar no dia 14 de junho (quarta-feira) pelas 17h00, na sala 120 da FPCEUP e será dinamizada por Luiza Cortesão*.  

Se esta sessão encerra da melhor maneira as Tertúlias Dialógicas, deste ano letivo, que têm vindo a ser dinamizadas por estudantes do Programa Doutoral em Ciências da Educação da FPCEUP, também inaugura o Óprima 2017 – Encontro de Teatro do Oprimido e Ativismo, que decorre entre 14 e 18 de junho, no Porto. Este encontro, que tem acontecido anualmente desde 2012, constrói-se em múltiplos espaços de partilha e debate, com oficinas de teatro dialético, teatro fórum e teatro jornal. Toda a informação, historial e inscrições em https://oprima.wordpress.com/ 

*Luiza Cortesão 

É Presidente da Direção do Instituto Paulo Freire de Portugal, onde desenvolve trabalho de investigação e extensão. Professora Emérita da Universidade do Porto. É investigadora do Centro de Investigação e Intervenção Educativas da FPCEUP e professora jubilada da mesma faculdade. Desenvolve vários projetos de investigação e intervenção na área da educação e diversidade cultural. Foi consultora da UNESCO com missões nos PALOP, tais como Moçambique, Cabo Verde, Angola e São Tomé. Tem publicado livros e artigos em revistas nacionais e internacionais.  

Foi agraciada, pelo então Presidente da República Dr. Jorge Sampaio, com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública.  

 

A dinamização da tertúlia será desenvolvida a partir do visionamento prévio da última entrevista de Paulo Freire, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=Ul90heSRYfErte  

Contamos com a participação das pessoas (tu em particular) interessadas neste espaço de partilha, reflexão e construção coletiva. Como se pode ler abaixo, estas tertúlias ‘prometem’! 

 

Um abraço 

Eunice Macedo 

 

………….. 

TERTÚLIAS DIALÓGICAS (por María José Chisvert): 


“¿Qué es?
Se trata de la construcción colectiva de significado y conocimiento en base al diálogo con todo el alumnado participante en la tertulia. El funcionamiento de las tertulias dialógicas se basa en los 7 principios del Aprendizaje Dialógico y se desarrollan en base a las mejores creaciones de la humanidad en distintos campos: desde la literatura hasta el arte o la música.
 

¿Cómo se organiza?
- En cada sesión todo el alumnado participante expone su interpretación sobre aquello en lo que se está trabajando en la tertulia dialógica (un texto literario, una obra de arte, una pieza musical, una aportación matemática, etc.).
- Através del diálogo y las aportaciones de cada estudiante se genera un intercambio enriquecedor que permite profundizar en aquello sobre lo que versa la tertulia, promoviendo a su vez la construcción de nuevos conocimientos.
- En cada sesión una de las personas participantes asume el rol de moderadora con la idea de favorecer una participación igualitaria entre todo el alumnado.”
 

 

As Tertúlias dialógicas inserem-se nas "ATUAÇÕES DE ÊXITO" que corporizam o trabalho das comunidades de aprendizagem, como forma de transformação social e educativa de caráter inclusivo. 

 

 


 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

cartaz_apresentacao_qs6

Caras e Caros Companheiros,

É com prazer que vos convidamos a estar connosco no lançamento do livro, recentemente publicado, "Ecos de Freire e Pensamento Feminista: Diálogos e Esclarecimentos". Este sexto número da coleção Querer Saber, que o IPFP tem vindo a desenvolver desde a sua fundação, é nos particularmente caro por pôr em diálogo vozes de múltiplos lugares do mundo. Este livro procura compilar olhares feministas, que primeiro se cruzaram em Marília-SP e que depois se expandiram a outros lugares, os quais encontraram na obra de Freire convergências e contradições.

Esperamos poder contar convosco no dia 8 de junho, numa apresentação coletiva desta publicação realizada por um grupo de freirianos que, ao longo das últimas semanas, tem partilhado um momento formativo em volta da obra de Freire. O lançamento decorrerá às 21 horas, na sala 120 da FPCEUP.

Um abraço
Eunice Macedo

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

IX TERTÚLIA DIALÓGICA


Caras e caros sócios e amigos, 

A IX Tertúlia Dialógica “À sombra da bananeira ou à sombra da mangueira: Paulo Freire e o agir educativo” terá lugar no dia 17 de maio (quarta-feira) pelas 17h30, na sala 120 da FPCEUP e será dinamizada por Carla Cardoso*.  

As Tertúlias Dialógicas retomadas, este ano letivo, têm vindo a ser dinamizadas por estudantes do Programa Doutoral, tendo como propósito a coconstrução de espaços de aprofundamento do pensamento fundador de Paulo Freire. Estas tertúlias foram iniciadas no ano transato, sob orientação de Maria José Chisvert Tarazona, consultora internacional do IPFP. 

*Carla Cardoso

Doutoranda em Ciências da Educação na FPCEUP, com interesse de investigação nas áreas da educação não formal e informal, associativismo, juventude(s) e participação. É membro do JEDi (Jovens, Educação e Diversidade), grupo de estudos sobre a temática das Juventudes, integrado no CIIE (Centro de Investigação e Intervenção Educativas), que tem como objetivo a partilha e reflexão sobre a juventude e a escrita científica sobre o tema. Tem colaborado com associações e grupos informais dinamizando atividades com jovens.

A dinamização da tertúlia será desenvolvida a partir da leitura prévia de parte da obra de Paulo Freire "À sombra desta Mangueira", publicada pela Olho d’Água, em 2000 (3ª ed.). O excerto (pp. 15-44) encontra-se disponível no seguinte link: https://drive.google.com/file/d/0BzhicPtm59VJcGRibEFpR2JqSVE/view?usp=sharing

Contamos com a participação das pessoas (tu em particular) interessadas neste espaço de partilha, reflexão e construção coletiva. Como se pode ler abaixo, estas tertúlias ‘prometem’!

Um abraço

Eunice Macedo


 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

VII TERTÚLIA DIALÓGICA

Caras e caros sócios e amigos, 

A próxima tertúlia “’Educação Política e Conscientização’: A unidade dialética teoria-prática” terá lugar no dia 22 de março (quarta-feira) pelas 17h30, na sala 120 da FPCEUP e será dinamizada por Louise Lima*.  

As Tertúlias Dialógicas retomadas, este ano letivo, têm vindo a ser dinamizadas por estudantes do Programa Doutoral, tendo como propósito a coconstrução de espaços de aprofundamento do pensamento fundador de Paulo Freire. Estas tertúlias foram iniciadas no ano transato, sob orientação de Maria José Chisvert Tarazona, consultora internacional do IPFP. 

*Louise Lima 

Doutoranda em Ciências da Educação (U. Porto, Portugal). Coordenadora escolar e Professora com experiência na Educação Básica, Secundária e Superior, é Mestre em Ensino da Matemática (UFRJ, Brasil) e Licenciada em Matemática (UFRJ, Brasil). Possui interesse de investigação nas relações entre ensinar, aprender e avaliar, mais particularmente na Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação através da Resolução de Problemas. 

A dinamização da tertúlia será desenvolvida a partir da leitura prévia de dois capítulos da obra “Educação Política e Conscientização” de Paulo Freire. Esta parte da obra (pp. 25-39) encontra-se disponível no seguinte link: https://drive.google.com/file/d/0BzhicPtm59VJWGhjZ3BNNjc0R0k/view?usp=sharing

Contamos com a participação das pessoas (tu em particular) interessadas neste espaço de partilha, reflexão e construção coletiva. Como se pode ler abaixo, estas tertúlias ‘prometem’!

Um abraço

Eunice Macedo

…………..

TERTÚLIAS DIALÓGICAS (por María José Chisvert):


“¿Qué es?
Se trata de la construcción colectiva de significado y conocimiento en base al diálogo con todo el alumnado participante en la tertulia. El funcionamiento de las tertulias dialógicas se basa en los 7 principios del Aprendizaje Dialógico y se desarrollan en base a las mejores creaciones de la humanidad en distintos campos: desde la literatura hasta el arte o la música.

¿Cómo se organiza?
- En cada sesión todo el alumnado participante expone su interpretación sobre aquello en lo que se está trabajando en la tertulia dialógica (un texto literario, una obra de arte, una pieza musical, una aportación matemática, etc.).
- Através del diálogo y las aportaciones de cada estudiante se genera un intercambio enriquecedor que permite profundizar en aquello sobre lo que versa la tertulia, promoviendo a su vez la construcción de nuevos conocimientos.
- En cada sesión una de las personas participantes asume el rol de moderadora con la idea de favorecer una participación igualitaria entre todo el alumnado.”

As Tertúlias dialógicas inserem-se nas "ATUAÇÕES DE ÊXITO" que corporizam o trabalho das comunidades de aprendizagem, como forma de transformação social e educativa de caráter inclusivo.

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

VI TERTÚLIA DIALÓGICA

 
«InícioAnterior123456789SeguinteFinal»

Pág. 1 de 9